blog tgf coaching & associados

01 de outubro, 2018

Por onde começar

por

Chego na casa do cliente e na maioria das vezes ele não sabe por onde começar .

Explico que a prioridade é sempre o que mais nos incomoda e geralmente isso se relaciona com a dificuldade em achar nossas coisas.

Mas também tem aqueles que têm certeza do ambiente que querem, mas acabamos mostrando que essas não são as melhor ideias.

Por exemplo, uma cliente queria mexer apenas nos armários da área de serviço. Não conseguia guardar tudo o que achava que precisava e a funcionária acabava sendo culpada pela bagunça. Ao avaliar o espaço, no entanto, percebemos que estes armários estão sendo usados para guardar alguns eletrodomésticos da cozinha e objetos das crianças.

Então, vamos lá pra cozinha descobrir por que não cabem por lá… Aí, constatamos que se não organizarmos a cozinha, não terá lógica arrumarmos a área de serviço!!!

Por isso, é tão importante a avaliação do espaço para um orçamento preciso, pois sempre ficará mais em conta fecharmos um pacote.

Começamos separando que está estragado ou vencido, o que pode ser doado e o que não faz parte daquele “setor”.

Aí, utilizamos recursos para otimizar os espaços, que são os famosos itens organizadores: aramados, cestas, caixas, potes etc., que serão preferencialmente adquiridos pelo cliente mas, é claro, aproveitando o que o cliente já tem.

Aos poucos, vamos guardando tudo da melhor forma, usando nossa lógica de organização: altura das pessoas da casa, proximidade com o fogão, constância de uso etc. Etiquetamos os organizadores e prateleiras para facilitar a memorização e até usamos objetos de decoração para dar nova identidade e uso aos espaços.

Compartilhe:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviamos apenas conteúdo do seu interesse

cadastre-se e receba novidades

Tenho interesse em: